Bolsas de Estudo no Exterior

Bolsas de Estudo no Exterior
Rate this post

Muitas pessoas hoje em dia desejam fazer cursos no exterior para adquirir novos conhecimentos, conhecer novas culturas, aperfeiçoar uma língua diferente que está aprendendo, entre muitas outras razões. Neste artigo você saberá onde conseguir bolsas de estudo no exterior.

Porém não é sempre que a família tem condições de bancar uma viagem dessas para seus filhos ou até mesmo para eles mesmos. Por essa razão muitos lugares hoje em dia, possuem bolsas de estudo que ajudam os alunos a terem experiências que irão marcar suas vidas e trazer muitos benefícios, sejam eles profissionais ou pessoais.

Essas bolsas de estudos podem ser dadas por instituições educacionais públicas ou privadas e elas têm como objetivo contribuir ou custear todos os cursos, moradia, alimentação, meio de transporte, passagens, material e todos os outros itens que o aluno precisará.

Além disso, existem bolsas para mestrado, doutorado e MBA, que muitas vezes são dadas pelas empresas. Para conseguir essas bolsas fiquem de olho em sites de instituições e universidades e se informem bem sobre como funciona.

Bolsas de Estudo no Exterior

Bolsas de Estudo no Exterior

Recentemente, o Governo anunciou um programa que irá ajudar na capacitação internacional, liberando bolsas de estudos em algumas áreas específicas. O Programa chama-se Ciência sem Fronteiras, e prevê até 75 mil bolsas em até 4 anos. Atualmente, é a melhor maneira de se conseguir uma bolsa no exterior.

As áreas atendidas são:

  • Engenharias e demais áreas tecnológicas;
  • Ciências Exatas e da Terra;
  • Biologia, Ciências Biomédicas e da Saúde;
  • Computação e Tecnologias da Informação;
  • Tecnologia Aeroespacial;
  • Fármacos;
  • Produção Agrícola Sustentável;
  • Petróleo, Gás e Carvão Mineral;
  • Energias Renováveis;
  • Tecnologia Mineral;
  • Biotecnologia;
  • Nanotecnologia e Novos Materiais;
  • Tecnologias de Prevenção e Mitigação de Desastres Naturais;
  • Biodiversidade e Bioprospecção;
  • Ciências do Mar;
  • Indústria Criativa;
  • Novas Tecnologias de Engenharia Construtiva;
  • Formação de Tecnólogos;

Como funciona o Ciência sem Fronteiras: Bolsa de Estudo no Exterior

A expectativa é de atender 3.890 estudantes brasileiros somente neste ano e as bolsas custarão US$ 870 – média de R$ 1400,00, terão duração de um ano, e começarão a ser pagas em 2012 após processo de seleção pública no centro de pesquisa. Na primeira fase, serão disponibilizadas 2.000 bolsas nos seguintes Cursos.

Ciências da Saúde
(como medicina, enfermagem, farmácia, odontologia, nutrição)

Ciências da vida
(biologia, genética, bioquímica, farmacologia)

Engenharias e tecnologias
(engenharia civil, engenharia de produção, engenharia mecânica, engenharia elétrica-eletrotécnica). 

Recentemente, o Mercadante anunciou que os principais critérios de seleção para graduação, será o ENEM e o SiSU.

Inscrições abertas para 2017 e 2018

O Programa é separado por 3 categorias, escolha a categoria que você se adequa e veja todas as informações sobre como funciona o programa, e como se participar do processo seletivo para receber as bolsas de intercâmbio.

  1. Bolsa Graduação Sanduíche no Exterior (SWG)
  2. Bolsa Doutorado Sanduíche no Exterior (SWE)
  3. Bolsa Doutorado Pleno no Exterior (GDE)

Site oficial do Programa: www.cienciasemfronteiras.cnpq.br

Outras informações sobre o Ciencia sem Fronteiras, na internet:

  • Programa Ciência sem Fronteiras, lança 8 modalidades de Bolsas de Estudos
  • Governo detalha critérios para distribuição das bolsas para o exterior
  • Ao ser lançado, site do Ciência sem Fronteiras, tem 100 acessos por segundo
  • Programa Ciência sem Fronteira, vai custar R$3,1 mi
  • Programa visa distribuir 100 mil bolsas de estudo no exterior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *